António Paulo Duarte

apdaviduarte@gmail.com

Habilitações Académicas
Doutor em História Institucional e Política Contemporânea, Ramo do Século XX, (2005) pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com a classificação de Muito Bom com distinção e Louvor por Unanimidade, com uma dissertação intitulada “A Era Santos Costa: Política de Defesa e Estratégia Militar durante o Estado Novo (1919-1958)”;
Mestre em Estratégia (1997) pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, com a classificação de Muito Bom por Unanimidade, com uma dissertação sobre “O Equilíbrio Ibérico – uma análise estrutural (séc. XII – XXI)”;
Cadeira extra – curricular “Matemática para as Ciências Sociais e Humanas” concluída em 19 de Julho de 1991 na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa com 14 Valores;
Ramo de Formação Educacional da Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, concluído em 11 de Agosto de 1991, com a classificação de 14 valores;
Licenciatura em História pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, concluída em 27 de Julho de 1990 com a classificação final de 15 Valores;
Conclusão da parte curricular do Mestrado de Estratégia do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, em 17 de Fevereiro de 1994, com a classificação final de 15,4 Valores.

Principais Áreas de Investigação
Teoria da Estratégia e da Guerra; História da Estratégia e da Guerra; História Contemporânea Internacional e de Portugal (Vertente Política e Militar); Relações Ibéricas; Geopolítica.

Experiência Profissional e Académica
Professor Contratado do Departamento de Estudos Políticos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Ano Lectivo de 2009-2010 e Ano Lectivo de 2010-2011, para leccionar as cadeiras de Teoria das Relações Internacionais, 1º Ciclo e História da Ideia de Europa, 1º Ciclo;
Investigador, com funções de Assessoria, Carreira de Técnico Superior, do Instituto da Defesa Nacional (desde Dezembro de 2009);
Professor do Departamento de Ciências Sociais e Humanas do Quadro de Nomeação Definitiva do Ministério da Educação, Grupo (400), 3º Ciclo e Secundário, História (1992-2009);
Professor Contratado de História de 1992 a 1998;
Professor do Quadro de Zona Pedagógica da Zona Oeste, 3º Ciclo e Secundário, Grupo de História, Departamento de Ciências Sociais e Humanas, de 1998 a 2007; Professor Titular do Departamento de Ciências Sociais e Humanas, Agrupamento de Escolas de Campelos, de 2007 a 2009;
Investigador Integrado do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (desde 2007).

Projectos
Colaborou (2002-2004) como Investigador, com a Academia Militar, no CINAMIL (Centro de Investigação da Academia Militar), Direcção de Ensino no Projecto de I&D “Tecnologia, Armamento, Organização e Táctica do Exército Português Contemporâneo” Sob a Coordenação e Direcção do Professor Doutor António José Telo;
Colaborou, (2006-2007), como Investigador, com a Universidade Católica Portuguesa, Centro de Estudos de Filosofia (CEFI), no Projecto Público – Privado, sob a Coordenação do Professor Doutor Mendo Castro Henriques;
Participou no Projecto (Fevereiro – Junho de 2008) do IEEI (Instituto de Estudos Estratégicos Internacionais), Apoiado pelo Ministério da Defesa Nacional e pelo Instituto de Defesa Nacional, do Grupo de Reflexão sobre a Revisão da Estratégia Europeia de Segurança (GREES);
Coordenador, para Portugal, dos Colóquios C4, entre os institutos de altos estudos militares e de defesa de Portugal (IDN – Instituto da Defesa Nacional), Espanha (CESEDEN – Centro Superior de Estudios dela Defensa Nacional), França (CHEM – Centre de Hautes Études Militaires) e Itália (CASD – Centro di Alti Studi perla Difesa), edição de 2010, subordinado ao tema “Segurança Energética” – 26/28 de Maio de 2010, Madrid, CESEDEN.

Publicações Académicas

Teses
O Equilíbrio Ibérico – Uma Análise Estrutural (Séc. XII – XXI), (Dissertação de Mestrado), Lisboa, 1996, 2 Vols., 655 pp.;
A Era Santos Costa: Política de Defesa e Estratégia Militar (1919-1958), (Dissertação de Doutoramento), Lisboa, 2005, 645 pp.

Livros
Portugal e o Equilíbrio Peninsular, Passado, Presente e Futuro (um estudo de geoestratégia), Mem Martins, Edições Europa-América, 1998, em colaboração com António Manuel Horta Fernandes), 185 pp.;
Portugal e o Equilíbrio Peninsular, Passado, Presente e Futuro (um estudo de geoestratégia), 2ª Edição, (acrescida de um Prefácio e de um Posfácio),  Mem Martins, Edições Europa-América, 2003, em colaboração com António Manuel Horta Fernandes, 193pp.;
Linhas de Elvas, Prova de Força, 1659, Colecção Batalhas de Portugal, Lisboa, Tribuna da História, 2003, 83 pp.;
Linhas de Elvas, Prova de Força, 1659, 2º Edição (Revista e Acrescida), Colecção Batalhas de Portugal, Lisboa, Tribuna da História, 2005, 100 pp.;
O Equilíbrio Ibérico, História e Fundamentos (Séc. XII – XX), Lisboa, Edições Cosmos/Instituto de Defesa Nacional, 2003, 507 pp..;
A Política de Defesa Nacional, 1919-1958, Lisboa, ICS, 2010, 317 pp.

Livros (Organização e/ou Coordenação)
Grandes Estrategistas Portugueses (Antologia), Lisboa, Edições Silabo, 2007 (em colaboração com António Horta Fernandes), 350 pp.

Artigos em Revistas/Livros
“A Guerra do Golfo”, Revista Militar, Nº 4, Abril de 1997, Lisboa, pp. 305-346;
“A economia, arma da estratégia”, Nação e Defesa, Nº 82, Abril-Junho de 1997, Lisboa, pp. 139-174;
“Esboço para uma Leitura Estratégica sobre a Campanha de Moçambique (1914-1918), Revista Militar, Nº8/9, Agosto/Setembro de 1998, Lisboa, pp. 667-704;
“Do Anacronismo em História”, Artes&Artes, Jornal de Estudos, Artes e Letras, Nº 15, Novembro de 1998, Lisboa, p. 4;
“Da Massificação (do Quantitativo) à Precisão (ao Qualitativo): A Relação entre a Economia e a Estratégia no Século XX”, Nação e Defesa, 2º Série, Nº 88, Inverno de 1999, Lisboa, pp. 137-160;
“Da Hostilidade à Construção da Paz. Para uma Revisão Crítica de Alguns Conceitos Estratégicos”, Nação e Defesa, 2ª Série, Nº 91, Outono de 1999, Lisboa, pp. 95-127, em colaboração com António Manuel Horta Fernandes;
“Ler a Guerra: A Estratégia Militar na Segunda Guerra Mundial Perscrutada pela Revista Militar (1942-1945)”, Revista Militar, Nº 12, Dezembro de 1999, Lisboa, pp. 2051-2064;
“Introdução” e “Comentários” in Napoleão Bonaparte, Como Fazer a Guerra, Lisboa, Edições Silabo, 2003, pp. 7-25 e 79-97;
“Os (De)limites da Estratégia” in António Horta Fernandes e Francisco Abreu, Pensar a Estratégia do Político-Militar ao Empresarial, Lisboa, Sílabo, 2004, pp. 123-138;
“A Visão da «Guerra Total» no Pensamento Militar”, Nação e Defesa, 3ª Série, Nº 112, Outono – Inverno de 2005, Lisboa, pp. 133-150;
“Para uma Tipologia da Guerra no Século XVII – A Batalha das Linhas de Elvas”, Revista Militar, Nº 2451, Abril de 2006, pp. 285-310;
“De Entre-as-Guerras ao Fim da Segunda Guerra Mundial, 1919-1945: Vislumbres”, in José Manuel Freire Nogueira e João Vieira Borges, Coordenação, O Pensamento Estratégico Nacional, Lisboa, Edições Cosmos/Instituto de Defesa Nacional, 2006, pp. 97-113;
“A Função Sócio-Educativa da História”, O Ensino da História, Boletim, III Série, Nº 30-31, A:P:H (Associação de Professores de História), Lisboa, Julho de 2005-Janeiro de 2006 (2007), pp. 15-16;
“As Transformações da Guerra e a Mutação da Estratégia”, in António Paulo Duarte e António Horta Fernandes, Organização e Coordenação, Grandes Estrategistas Portugueses, Antologia, Lisboa, Silabo, 2007, pp. 11-22;
“O Equilíbrio Ibérico em Perspectiva e Prospectiva: Estrutura e História”, Geopolítica, Nº 2, Julho de 2008, Aveiro, pp. 133-158;
“A Questão Curda”, Geopolítica, Nº 3, Junho de 2009, Aveiro, pp. 145-172;
“Raul Esteves, Militar e Estrategista”, Jornal do Exército, Ano L, Nº 586, Julho de 2009, pp. 14-23;
“O Conceito de Estratégia no Pensamento Militar-Estratégico Português na Era da Guerra Total – Da Grande Guerra à Entrada na NATO, 1919-1958”, Nação e Defesa, Nº 123, 4ª Série, Verão de 2009, Lisboa, pp. 175-190;
“A Geopolítica: Ciência do Conflito no Espaço de Poder”, (texto revisto e acrescentado) in  www.jornaldefesa.com.pt, (2009), p. 5;
“Evaluation of the Present Geopolitical Scenario: Risk and Threats”, Paper do Working Group I, Colóquios C4 2010, com o Tema Geral de “Energy Security”, (em colaboração com Carla Fernandes, José Luis Pérez López, Alicia Gil Gil, Giuseppe Berutti, Momoun Benmechiche, Alexandre D´Andoque e Jacques François),  CESEDEN, Madrid, 26-28 de (Maio de 2010), 38 pp.;
“Portugal maior”, Limes (Rivista Italiana di Giopolitica), Nº 5, 2010, Roma, pp. 67-74;
“As Estratégias de Segurança Nacional e o Conceito de Incerteza”, IDN Brief, Nº 2, Dezembro de 2010, pp. 6-10, www.idn.gov.pt/indez.php?mod=1341&cod=27.

Recensões
“Bombing to Win, Air Power and Coercion in War”, Cornell University Press, 1996, Recensão a Robert E. Pape, Nação e Defesa, 2ª Série, Nº 88, Inverno de 1999, pp. 195-199;
“Portugal – Espanha, Relações Económicas no Contexto da Integração Europeia”, Celta Editora, 1999, Recensão a José Manuel Caetano, Nação e Defesa, 2ª Série, Nº 90, Verão de 1999, pp. 181-184;
“L´Armée de Hitler, La Whermacht, Les Nazis e La Guerre”, Hachette, 1999, Recensão a Omer Bartov, Nação e Defesa, 2ª Série, Nº 91, Outono de 1999, pp. 145-150;
“La Guerreau XXIe Siécle”, Éditions Odile Jacob, 2000, Recensão a Laurent Murawiec, Nação e Defesa, 2ª Série, Nº 97, Primavera de 2001, pp. 293-299;
“O General Renitente”, Recensão a “O Marechal Costa Gomes. No Centro da Tempestade. Biografia Política”, Luís Nuno Rodrigues, R:I (Relações Internacionais), Nº 24, Dezembro de 2009, pp. 157-164.

Curriculum Vitae em PDF