Recursos

POLITIPÉDIA – Repertório Português de Ciência Política
O recurso de investigação POLITIPÉDIA – Repertório Português de Ciência Política, mais conhecido como ResPublica, consiste num projeto em construção de um sistema generalizado sobre redes informativas em matérias de ciência política. Da autoria científica do Prof. Doutor José Adelino Maltez, membro do conselho consultivo nacional, que doou este recurso fundamental para a investigação, ao Observatório Político, em Outubro de 2011.

Enquanto base de dados e acervo documental, o POLITIPÉDIA constitui o mais exaustivo acervo de informação compilado, tornando-se na cúpula enciclopédica de um repertório português de ciência política:

  • Composto por 8 mil entradas e mais de 12 mil ficheiros;
  • Atualização e desenvolvimento permanente da informação e conteúdos;
  • Dispõe de cerca de duas centenas de chaves bibliográficas sobre ciência política e relações internacionais;
  • Importante base de dados das eleições em Portugal, desde 1820;
  • Contém centenas de biografias da classe política portuguesa e vasta informação sobre a história dos partidos e movimentos políticos;
  • Disponível para a comunidade científica.

Dada a sua relevância, o Observatório Político realizou a atualização e desenho informático, o tratamento cuidado da informação e prevê apresentar à comunidade científica os resultados obtidos à medida do seu progresso, constituindo um importante plano de ação estratégico e de recurso de investigação para os próximos anos.

Durante a sua reformulação, o recurso pode continuar a ser consultado aqui.

Para mais informações, contate-nos para através do e-mail geral@observatoriopolitico.pt

 

ATM – Espólio e Arquivo Tito de Morais
A 29 de Agosto de 2011, o Observatório Político (OP) e a Associação Tito de Morais (ATM) assinaram um protocolo com o objetivo de receber e tratar o espólio do Engenheiro Manuel Tito de Morais. O projeto pretende preservar a memória documental de Manuel Tito de Morais, criando de raiz um arquivo que siga regras rigorosas de conservação, manutenção e preservação do espólio documental. Tendo sido feito um pré-levantamento e um relatório, pretende-se, por isso, tornar o espólio acessível a investigadores e ao público em geral.

De entre as várias temáticas no período compreendido do espólio, quatro eixos serão fundamentais para os estudos sobre a história portuguesa do século passado:

  • História do Estado Novo – Actividade Política de Tito de Morais;
  • Fundamentos e História da Acção Socialista Portuguesa e do Partido Socialista;
  • Actividade dos governos provisórios e constitucionais (1974-1988);
  • História de Angola e Processo de Descolonização Português.

Consulte o site da ATM – Associação Tito de Morais ou o resumo do projecto Espólio e Arquivo Tito de Morais.

Para mais informações, contacte-nos através do e-mail geral@observatoriopolitico.pt

Acompanhe a Investigação @ OP.