Hugo Ferrinho Lopes

Foto_OP

hugolopes.620@gmail.com

Habilitações Académicas
Mestrando em Ciência Política no Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), onde redige uma dissertação sobre as mutações ideológicas e o sucesso eleitoral da direita radical na Europa Ocidental, tendo terminado a parte curricular com uma classificação média de 18 valores;
Licenciado (2014) em Ciência Política e Relações Internacionais pela Universidade da Beira Interior, ramo de Ciência Política, com a média mais elevada (17 valores) no total das unidades curriculares que frequentou.

Principais Áreas de Investigação
Instituições Políticas (em particular, Partidos Políticos); Atitudes e Comportamentos Políticos; Representação Política; Teoria Política

Participação em Projectos
Assistente de Investigação (2015) do projecto ‘Where Is My Party? Determinants of Voter Agreement about the Ideological Positions of Political Parties’, com a coordenação central do Centro de Investigação Social Europeia (MZES) da Universidade de Mannheim, da Universidade de Washington em St. Louis e da Universidade de Vanderbilt; e com a coordenação da equipa portuguesa por parte do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL);
Estagiário de Investigação (2015) no projecto ‘Preferências Públicas e Tomada de Decisão Política: Uma análise longitudinal e comparativa’, financiado pela FCT e sediado no CIES-IUL, sob a coordenação de Ana Maria Belchior;
Membro (2015) do projecto ‘Protagonistas da Ciência Política Portuguesa’, sediado no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e coordenado por Marcelo Camerlo, Andres Malamud e Raquel Vaz-Pinto;
Investigador Associado do Observatório Político;
Membro da Associação Portuguesa de Ciência Política.

Prémios e Distinções
Prémio de Mérito Académico (2014/2015), ISCTE-IUL;
Prémio Escolar, melhor licenciado (2011-2014), Jornal do Fundão e UBI;
Reconhecimento de Mérito (2013/2014), FCSH-UBI;
Bolsa de Estudo por Mérito, melhor aluno (2012/2014), Ministério da Educação e Ciência.

Publicações Científicas
LOPES, Hugo. (2014). As Virtudes do Homem Bom. Um paralelismo entre Platão e Aristóteles. Covilhã, UBI: LusoSofia Press;
LOPES, Hugo. (forthcoming). ‘Salazarismo: Autoritarismo ou Fascismo? A União Nacional em perspectiva organizacional e comparativa’, Sociologia: Problemas e Práticas. [aceite e em processo de revisão];
LOPES, Hugo, Luís Cabrita e André Freire. (no prelo). “Mapeando o ‘Meio da Esquerda’: As Identidades Ideológicas do PS, BE e LIVRE”. In M. Lisis & P. Espírito Santo (orgs.). Militantismo Partidário e Activismo Político;
BELCHIOR, Ana, Hugo Lopes e Luís Cabrita. (forthcoming). “Voters’ issue salience effects of party agenda-setting and agenda-making responsiveness. Evidence from the Portuguese case (1995-2015)”;
FREIRE, André, Luís Cabrita, Mariana Duarte e Hugo Lopes (forthcoming). “Workers’ EU political alignments during the Great Recession: attitudes and behavior”. Berlin: European Trade Union Institute.

Comunicações científicas
“The Left in the Post-Troika: Ideological Identities of the PS, BE & LIVRE”, conferência Party Members and Delegates: Portugal in Comparative Perspective (financiada pela ISA e IPSA). ISCSP-UL. Organização: CAPP-UL, ISCSP-UL e FCSH-UNL. 26/1/2015;
“O fenómeno da corrupção: percepção e prevenção em Portugal e na Europa”, II Jornadas de Ciência Política e Relações Internacionais. UBI. Organização: NECPRI-UBI. 14/4/2015;
“Media attention and party responsiveness. Evidence from the Portuguese case (1995-2015)”, 1.ª conferência do projecto Preferências Políticas e Tomada de Decisão Pública. ISCTE-IUL. Organização: ISCTE-IUL, CIES-IUL e FCT. 21/05/2015;
“Workers’ EU political alignments during the Great Recession: attitudes and behavior”, EDU Days in Berlin. Organização: European Trade Union Institute. 20/11/2015;
“Voters’ issue salience effects on party agenda-setting and agenda-making. Evidence from the Portuguese case (1995-2015)”, Conferência Final do Projecto ‘Preferências Políticas e Tomada de Decisão Pública’. ISCTE-IUL. Organização: CIES-IUL, ISCTE-IUL, FCT. 30/11/2015;

“Governo, segundo Marina Costa Lobo”, VIII Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. FCSH-UNL. Organização: APCP. 10-12/3/2016;
“Da mutação ideológica ao sucesso eleitoral? Uma análise longitudinal da ascensão da direita radical (2000-2015)”, VIII Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. FCSH-UNL. Organização: APCP. 10-12/3/2016.

Curriculum Vitae em PDF